¿Las reiniciaciones, son saludables?

Las iniciations: Un tema delicado

En las pasadas semanas un tema problemático se ha venido debatiendo en la comunidad de orisha en la Florida. Un grupo de mayores tomó cartas en el asunto y se reunieron para crear un tratado o acuerdo. Esta es la manera en la que los problemas deben ser enfrentados con respeto, civilizadamente y con el apoyo de los mayores de la comunidad.

El asunto debatido fue el volverse a iniciar o las re-iniciaciones. Ya que The Mystic Cup no es un lugar para discusiones dogmáticas sino para compartir experiencias, como administradores del blog hemos decidido proveer la información y dejar que cada persona que visite el enlace incluido después de este párrafo, lealo y llegue a sus propias conclusiones.


http://eleda.org/blog/2010/06/16/convenio-de-los-oba-oriates-del-sur-de-la-florida

Sin embargo, tengo unas cuantas cosas que decir del tema y unas preguntas que quiero plantear sobre las iniciaciones en general.

1. Cada iniciación deja una marca en el iniciado. Una vez que se ha pasado por el proceso, usted no será una tabla rasa, se pierde la inocencia y se habrá adquirido otro punto de vista.
2. Cuando las iniciaciones se hacen correctamente, ¿cuál es la razón para tener que volverlas a hacer de nuevo?
3. Cuando las iniciaciones no son hechas apropiadamente, ¿qué tanto se puede hacer para repararlas? ¿Tendrá el iniciado que lidiar con las deficiencias de las atrocidades cometidas por mayores inescrupulosos y / o mal entrenados?
4. Chivo que rompe tambor, con su cuero paga. Proverbio Yoruba. ¿Quién carga la culpa de una iniciacion hecha impropiamente? ¿Quién carga con los daños?

Omimelli
Oní Yemayá Achagbá

About Omimelli

I am a Olosha or Santera and for years I have been at the service of the Orisha and the community. I am initiated to Yemayá and my father in osha is Aganjú. I am also an initiate of Palo Mayombe and hold the title of Yaya Nkisi. As part of my daily devotional I spend time at my bóveda and work with my spirits on regular basis.
This entry was posted in Santería, Vudú. Bookmark the permalink.

2 Responses to ¿Las reiniciaciones, son saludables?

  1. Fagbenusola says:

    Àború àboyè abosíse
    Mo ki gbogbo in..
    Meus respeitos a todos!
    Sabemos que todos devem se iniciar por que em Ogbè’Atè Ifá nos diz que: A kìí jì ní kùtùkùtù. Ká má mo Odù tó dá ni s’aiyé.. – “Não é aconselhável para alguém acordar no amanhecer da vida. Sem conhecer o Odù que lhe deu a luz..” Ainda em Ogbè’Atè ele também nos diz: Ogbè wàà tè k’ara ó rò wá. Mo gbà, mo tè ni ìrègún Ifá.. “Ogbè, venha e seja iniciado para ficar confortável. Levar uma mão de Ifá, ser iniciado totalmente é o orgulho que a pessoa tem em Ifá”. Uma iniciação requer três fatores básicos, o iniciado, os iniciadores e o testemunho da “deidade” em questão, havendo a presença destes elementos, houve uma iniciação.. Más sabemos que uma iniciação por si só não é tudo, há a necessidade de auto-iniciação diária, ou seja, há a necessidade de aprimoramento diário. [Ogbè’Atè]Títè la tè mí. Màá tùn’ra mí te o.. “Eu fui iniciado. Eu me re-iniciarei sozinho..” Isso não quer dizer que haja a necessidade de que ocorram “rituais iniciaticos constantes”. Ifá através de um outro fragmento de Ogbè’Atè nos complementa: Bàbá à mí sì tè mi. Àìlógbón nínú. Àìmèrò nìkùn. Nìì mú’nìì wo Ìgbodù Léèmeta. Bí a bá te Ifá tán.. “Meu pai executou Ìtèlódù então para mim. Falta de sabedoria. Falta de pensamento profundo. Foi o que fez alguém a ser iniciada repetidamente em três ocasiões. Depois de ser iniciado.” Este é o maior infortúnio de um Awo.. Minha opinião se baseia no que aprendi nas Sagradas Escrituras do Senhor do Verbo[Òrúnmìlà], e este aprendizado me ensinou que não se inicia uma pessoa repetidas vezes num mesmo Culto. Más como os pensares não são únicos e como não sou dono de qualquer verdade, sei que há muito espaço para complementação e réplica afinal a verdade esta em muitas bocas e não somente na de uma pessoa.. Ogbó àtó Asure Ìwòrìwòfún

    Ò dàbò o
    Fagbenusola

  2. Omimelli says:

    Fagbenusola,

    Muito obrigado pela sua participação em nosso blog. Eu realmente gostei do seu ponto de vista sobre o post compromisso iniciático que você deve ter uma pessoa que decide seguir uma prática religiosa de origem Africano. Em meu consultório particular, cada dia é uma nova oportunidade para a auto-iniciação. Isto é devido ao renovar o meu compromisso com meus orixás em minhas orações da manhã e em minhas ações durante todo o dia.

    É claro que o problema com que se afirma no eleda.org é algo completamente diferente, mas o seu ponto de vista eu acho muito refrescante. Novamente, obrigado pela sua opinião e muitas bênçãos para você e sua família. Ashe o, iré o.

    Omimelli
    Yemaya Oni Achagbá
    –en espanol–
    Muchas gracias por participar en nuestro blog. Me gusta mucho su punto de vista acerca del compromiso post iniciatorio que debe tener toda persona que decida seguir una practica religiosa de origen africano. En mi práctica privada, cada día es una nueva oportunidad de auto iniciación. Esto se debe a que renuevo mi compromiso con mis orishas en mis oraciones matutinas y en mis acciones a través del día.

    Claro está el asunto con lo que se expone en eleda.org es algo completamente diferente, pero su punto de vista me parece muy refrescante. Nuevamente, gracias por su opinion y muchas bendiciones para usted y su familia. Ashe o, Iré o.

    Omimelli
    Oní Yemayá Achagbá

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *